sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

46.






















Foto de M

15 comentários:

Maria Laura disse...

Na cor e na doçura do ambiente e nessa porta que nos convida, está tudo. :)

bettips disse...

De novo, as linhas. Cruzadas em sombra.
Que seguram o pensamento quando distraído vagueia, e não muito.
Bj

jawaa disse...

A palmeira precisa de luz... um pouco mais de luz.
O sol é preciso para viver.
Abraço apertado

rui disse...

Olá Manuela

Linhas que dividem espaços de transição, penumbras e frestas de luz!

Abraço

Mo disse...

a solidão da sobranceria?

ou descendo...

receio do labirinto que se adivinha?

ou descendo...

indecisão?

:P

Frioleiras disse...

Para a Luz da M. ...

um bj.

com a Luz da

m

herético disse...

discreta a sombra. nos cruzamentos da vida...

legivel disse...

"... aqui à esquerda
é a sala onde tenho o computador e passo alguns momentos de pura diversão escrevendo algumas maluquices. Entra, entra. Se mantenho a porta sempre aberta? Claro. As palavras precisam de ser arejadas o mais possível... "

Frioleiras disse...

m.

m.
vai aomeu "canto"...

desce o meu blogue e corre o video da minha Luz 7.
dediquei-to a ti... a meio do video passa, por nós, uma vela....

gostei imenso deste pequeno video que descobri quando procurava uma área de beethoven...

mena m. disse...

Como que dentro de um casulo, onde somente penetra a meia luz...

E como sempre uma bela fotografia!

Um beijinho

Oliver Pickwick disse...

É uma bela fotografia, M. Agradável de ver, linhas que se harmonizam. Mas o que mais me intriga mesmo é como conseguiste este ângulo. Flutuaste?
Beijos!

hfm disse...

Gostei muito de vir dar aqui.

TINTA PERMANENTE disse...

As linhas, perfeitas, enquadradas no olhar abrangente. Os tons, quentes, preciosos neste idos de invernia...

abraço!

pardal de telhado disse...

voando

por aqui.

bettips disse...

A palavra do musgo, tu sabes, é a palavra suave da terra.
Mas triste, tu sabes.
Só almofadinhas verdes da alma na pedra. Bj