sexta-feira, 21 de março de 2008

56.

Foto de M

Ainda os objectos e nós.
É dela que me lembro hoje, e do seu modo muito particular de fazer com que uma flor nos sorria de dentro de um copo de água vulgar.
M

7 comentários:

O Profeta disse...

Mulher da ilha é solidão
É espera do vapor da madrugada
É aroma de milho em mesa de pão
É pio de milhafre, alma assombrada

Mãe em ninho feito de frias pedras
Por duras mãos cheias de jeito
Não sei se de ti brota um morno leite
Ou escorre rubra lava do teu peito


Uma Santa Páscoa


Terno beijo

M. disse...

Obrigada, Profeta, pelos desejos de boa Páscoa.

TINTA PERMANENTE disse...

Gestos com... metafísica!

Abraços!

Justine disse...

Objectos que ganham vida e memória pelo olhar de quem os fotografa.

Beijo e bom domingo primaveril, prenhe de promessas

Maria Laura disse...

Há objectos que nos dão uma alegria e um conforto queb quase não notamos. Tu sabes olhar.

Oliver Pickwick disse...

Somente a inspiração de quem consegue enquadrar tão bem os objetos numa imagem, concebe o sorriso de uma flor dentro de um copo de água vulgar.
Beijos!

herético disse...

a delicadeza subtil da seda...

adorei.