domingo, 20 de julho de 2008

Na Serra de Montejunto III


Coreto de aldeia (Foto de S.)

À Espera dos Convidados

Foi lá que o vi: no cimo de um monte, em aldeia branca com flores e gatos nas janelas. Parecia uma mesa de festa coberta com toalha de renda, preparada para celebrar a música dos homens no silêncio azul do universo.
M

Publicado no Fotoescrita em Junho de 2006

7 comentários:

Frioleiras disse...

tão bonito...

(as memórias m. , são as nossas bengalas quando o corpo s encosta à música e aos amigos...)

Justine disse...

Retrato, em palavras e imagem, de um outro viver,mais solidário, mais humano.
Perdido?

TCHI de Tchivinguiro disse...

...e lá continua, por certo, como o Salão Nobre da Música do Mundo...

Beijinho.

TINTA PERMANENTE disse...

Gosto de coretos! Há montes deles, do outro lado do Tempo!...
(...e gosto da fotografia!)

abraços!

Maria Laura disse...

Lindo o coreto, lindas as palavras. Leva-nos a uma tal paz...

TMara disse...

belíssimo M.
E tão rendilhadas as palavras como o bordado azul k o ilumina.
Bjs
Luz e paz

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.