quarta-feira, 22 de outubro de 2008

83.






















Foto de M


Íntimo. Lugar de coisas. Lugar de nós mesmos, seres que se reconhecem e igualmente se estranham, que se aproximam ou se distanciam de tanto se sentirem e pensarem. Ninho de pássaros. Voos amplos, alguns, perdidos outros, quebrados os bicos dos pássaros nos gritos lançados ao vento. Águas mansas de azul puro abrindo os silêncios das flores em botão nos jardins. Vulcões estilhaçando espessuras, vomitando lava, queimando a vida. Palavras trancadas em paralisias várias, morrendo-lhes desarticuladas as sílabas dentro da própria boca. Nem sempre. Há palavras que renascem da morte e pousam no tempo de espera. Como borboletas.

Mistério este de viver paredes meias com um ser de nome Íntimo que apenas comunica comigo através de mim.
M

12 comentários:

bettips disse...

Tão teu. Olhar e palavras.
De interiores casulos em ti.
Bj

Vento nos S@lgueiros disse...

Amiga, preciso de ajuda!!

Pormenores na Caixa de Papel@o...

Justine disse...

Intimo, lugar de sombra e de luz. De que somos feitos...

vida de vidro disse...

É difícil, por vezes, essa cohabitação com o Íntimo (de nós). Lugar de extrema complexidade. **

Menina_marota disse...

"...Há palavras que renascem da morte e pousam no tempo de espera. Como borboletas."

Pedaços de Vida...

Bj

TINTA PERMANENTE disse...

Intima também ser+a aquela miragem, além da janela, como se as folhas quietas da palmeira pudessem albergar o sonho quente da savana negra...
Belissima imagem!

abraços.

legivel disse...

... abre-se a janela da "sala de (quase) todas as privacidades" e deixam-se voar para o exterior palavras íntimas com asas. A partilha pode ser um risco mas de que é feita a vida senão disso mesmo?

O lirismo na intimidade. Aqui.

Carla Silva e Cunha disse...

gostei muito

parabéns pela iniciativa

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

Licínia Quitério disse...

Uma pulsão poética muito forte. Um voo para dentro da alma.

Um beijo, M.

heretico disse...

que as palavras (sempre traiçoeiras) por vezes revelam...
disfarçando!

beijo

TCHI de Tchivinguiro disse...

Íntimo. Este mistério que nos chega pelo teu punho.

monica disse...

mistério de amor para uma imagem muito bonita

(gosto destes sofás e gosto de ver sofás aos pares, por toda a carga emotiva e estética da imagem)