terça-feira, 18 de novembro de 2008

Para a Licínia Quitério






















Foi especial este último sábado 15 de Novembro. E foi bom ouvir os teus poemas ditos de modos tão diferentes pelos teus amigos, também eles tão diferentes uns dos outros. A singularidade e a universalidade em convívio ameno.

Obrigada, Licínia, por este presente tão bonito que nos ofereceste e que nos deixou felizes e mais completos.
M

6 comentários:

Justine disse...

As tuas palavras são também reflexo do meu sentir...
E que fotogénico que o livro é:))

(deixei um poema no 4teto)
Beijo

heretico disse...

beijos. para ambas...

gostei. verdadeiramente...

Frioleiras disse...

m.

não fui, claro...

Gostei de te saber teres tido
momentos especiais ........


bjs,
mts.........

L. disse...

Deve ter sido muito bonito.
Momentos especiais e raros.

Anónimo disse...

Tudo ... e ainda com uma modéstia exemplar, ter-nos juntado num belíssimo momento. Poesia de almas grandes e soltas!
Bettips

Maria disse...

Foi uma tarde diferente e muito, muito especial.
Sinceramente.