quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

91.


Foto de M

Está lá, no pátio de um colégio de meninos pousado à beira de uma rua de Lisboa. Reparei nela quando passeava a pé a palidez de um domingo de Fevereiro. É apenas uma árvore, eu sei, mas o meu olhar desenhou-lhe forma de gente e assim a guardou dentro da minha máquina fotográfica. Corpo enrugado de mulher no silêncio de si, regaço livre na sombra de gestos entrelaçados, berço, trampolim, palavra, ouvido, riso, consolo, afago, pensamento, memória.
Colinho, avó.

M

9 comentários:

Mónica disse...

repara q tem enfeites, parece q vai vestida para um casamento :D

Licínia Quitério disse...

Apenas uma árvore. Há lá ser mais parecido com Mulher! E esta então, a oferecer colinho...

Tudo tão acertado!!

Beijo.

Justine disse...

A mulher é uma árvore, de muitos ramos e muitas raízes. E muitos, muitos colos, como tu tão bem sabes!
O "colinho avó" humedeceu-me os olhos, sei lá bem porquê...
Beijo de bom fds

heretico disse...

teu olhar desenha-lhe forma de gente. tuas palavras a dimensão da ternura...

beijos

mena m. disse...

E braços fortes que pegam e protegem...

Que ternura!

Beijinho

bettips disse...

Sobe em passinhos verdes, a criança pela mulher acima.
Árvore-ramo a que se agarra.

audrey disse...

uma irmã........................

jawaa disse...

E a avó deu colinho, pois.
Uma ternura.

Teresa David disse...

Também consegui visualizar a mulher enrugada neste apontamento da árvore. Quando se é sensível como tu, encontra-se imagens em cada rodar de pescoço!
Bjs
TD