quarta-feira, 18 de abril de 2012

Porque a Bettips gosta muito de oliveiras, um segundo presentinho que lhe ofereço, retirado do meu baú das memórias


Contrastes
(Foto de S.)

Afastamento

Até a tua sombra me foge na distância de um abraço impossível.

M

(22 de maio de 2005)

6 comentários:

Anónimo disse...

Há tanto tempo
parece hoje.
A casa de torre antiga, a casa de vidros modernos, tudo se une num abraço de árvore e nos ramos nus das palavras.

Obg por (saber) mais esta pérola.
Bettips

Maria disse...

Muito bonita esta oliveira!
:)

R. disse...

Também aprecio muito as oliveiras. Aparentemente frágeis, mas incrivelmente resistentes. E depois, lembram-me sempre a cantiga: "debaixo da oliveira não se pode namorar. A folha é miudinha e deixa passar o luar" ;)

Bom fim de semana :)

heretico disse...

gostei muito das fotos
... e do texto em baixo!

as oliveiras estão a ficar decorativas. apenas...

sinal dos tempos.

beijo

Justine disse...

Como é bela e trite a tua frase, Manuela!

Mónica disse...

n sei o q dizer.