sexta-feira, 2 de outubro de 2015

221.


Foto de M 

Talvez muito do que faz parte da nossa vida possa ser sentido como um poema. Composto ou não de palavras, somente a presença da beleza das coisas. Numa dimensão maior ou nos pormenores, nos recantos da alma de cada um de nós, na luz que acentua a interioridade de cada objecto, no gesto-poema de quem pinta as cores da natureza e o oferece, tornando-o também poema para quem o recebe de presente. Pertença partilhada, o poema em si mesmo. Emoção estética. 
M

2 comentários:

bettips disse...

A partilha é uma arma... de doçura: neste caso nem me lembrava da ocasião em que fiz, em que dei. Mas sabia que, se era meu e o tinhas, era poema e presente. As tuas palavras completam-no. Bj

heretico disse...

a beleza da partilha...

beijo